Blu-Ray Player Marantz por US$ 399 no exterior

A Marantz reduziu o preço sugerido de seu excelente player de Blu-ray modelo BD7004 de $ 890 para $ 399.
É uma grande oportunidade de adquirir um excelente player com a famosa qualidade Marantz.

O modelo BD7004 é construído com o padrão Marantz de qualidade, com diversas semelhanças dos seus  equipamentos de nível hi-end.
Para confirmar essa qualidade, o fabricante oferece garantia de 3 anos no aparelho.

Pelo novo preço praticado, a Marantz coloca seu player como uma opção bem interessante aos modelos BDP-81 e BDP-83 da Oppo (temporariamente descontinuados sob a alegação de falta de componentes de montagem, mas na realidade em função dos inúmeros problemas de qualidade apresentados por estes componentes).
O modelo Marantz é também uma opção ao modelo BDP-83SE, também da Oppo, vendido hoje ao preço de US$ 899 no site do fabricante.
Este modelo da Marantz chegou a receber uma pontuação superior ao modelo da Oppo, pela revista What Hi-Fi Inglesa, recebendo muitos elogios.
Apesar de não acreditar muito em reviews, constatei pessoalmente essa vantagem.

Para aqueles que estão buscando um equipamento de nível superior no mercado internacional, o modelo da Marantz pode ser considerado uma das melhores opções disponíveis.
Depois de ter adquirido duas unidades problemáticas do oppo BDP-83, e de ter recebido  inúmeras outras para teste  de outros compradores que também experimentaram problemas com as unidades adquiridas, sem qualquer solução satisfatória pelo fabricante, também optei por um player da Marantz para uso em meu home, o modelo UD8004.
A diferença é realmente muito significativa, e o modelo 7004, apesar de inferior ao 8004, ainda é um grande player, robusto, bem construído, preciso, com componentes selecionados, uma qualidade de áudio de alto nível e uma imagem fabulosa. Já realizei testes com um aparelho emprestado, e recomendo como uma das melhores opções  de players de blu-ray importados em sua faixa de preço.
Além disso, o BD7004  é ainda um excelente DVD player, e também reproduz CDs com um desempenho exemplar.

Uma das lojas que está negociando este modelo é a americana Music Direct, que pode ser vista no link abaixo:

www.musicdirect.com/product/86054

Acompanha ainda um cabo de 2 metros da AudioQuest.

O link do fabricante para mais detalhes do aparelho é:

us.marantz.com/Products/2900.asp

Algumas de suas características que impressionam:

  • Sophisticated new aluminum/reinforced resin front panel with Center Mount Drawer
  • New Chassis with heavy gauge top cover for reduced vibration
  • Profile 2.0 for BD-Live, Bonus View support
  • HDMI 1.3a supporting 36bit Deep color and HD Audio bit stream outputs
  • Anchor Bay VRS Technology Video Scaler ABT1030
  • 297MHz/12bit Analog Devices NSV Technology Video DAC ADV7340
  • 1920 x 1080 resolution with 24FPS output capability
  • Supporting 480i resolution output
  • Built-in HD Audio Decoder for Dolby TlueHD & dts-HD Master Audio
  • 192kHz/24bit Burr-Brown Audio DAC PCM1782 for all channels
  • Stereo + 7.1 ch Analog outputs High Quality Audio Circuits, featuring Elna Capacitors for all channels
  • Pure Direct Audio Playback as “Audio Ex”(exclusive) mode
  • SD Card readers for WMA, MP3, JPEG files
  • Playback DivX HD files in Disc
  • Playback AVCHD files in Disc / SD card
  • Gold Plated Audio & Video Outputs
  • RS-232C terminal for Custom Installation
  • Discrete Commands
  • IR Flasher Input/Output
  • Firmware update available via Ethernet (Internet) Connection

12 Comentários

  1. O problema desses aparêlhos importados está na voltagem de 120v,já perdi dois hi-end,pois a voltagem na minha cidade é de 130v!!!

  2. Olá Santista,
    Mais uma vez agradeço a sua participação neste espaço.
    Veja que a voltagem nominal do aparelho é de 120V, mas ele, como todo aparelho eletrônico, admite uma faixa de alimentação de trabalho que normalmente varia de 10 a 20%, sem qualquer risco ao equipamento. Esta diferença a mais é normalmente transformada em calor pelo circuito de regulação da fonte do aparelho, e por isso é importante sempre manter a ventilação adequada ao equipamento, observando principalmente as distâncias recomendadas pelo manual de operação.
    Em minha região a voltagem é de 127V, já tendo medido até 135V.
    Apesar de nunca ter tido qualquer problema com isso no passado, optei em utilizar um transformador de tensão, de 127 para 110V, para manter a temperatura dos aparelhos mais baixa.
    Nas regiões onde a voltagem nominal é de 110V, não existe qualquer risco, e não acredito em problemas também em 127V, tendo os devidos cuidados. Porém, o uso de um tranformador abaixador é bastante recomendado.
    Em sistemas hi-end, percebe-se um ganho de desempenho geral trabalhando com a tensão nominal.

  3. Olá Santista,

    A degradação de áudio ocorre sim, mas apenas se o transformador for mal dimensionado.
    O ganho com a redução de 127 para 110V (V=Volts) em meu sistema foi perceptível, não só da grande diminuição do aquecimento dos aparelhos, mas também na qualidade das altas frequências (agudos) do meu amplificador, e outros aspectos com a inclusão de outras providências (descritas a seguir).

    Você tem toda razão de se preocupar com isso, e devemos mesmo tomar alguns cuidados.
    A própria tensão que chega em nossas tomadas já passou por transformadores.
    O que evita que tenhamos problemas com o uso de transformadores redutores de tensão em nossa rede é justamente a sua capacidade de fornecimento de corrente elétrica.
    Além da voltagem nominal da rede (110, 127, 220V, etc..), existe um outro parâmetro que deve ser observado, que é a capacidade de fornecimento de corrente elétrica desta rede (em Ampéres – A).
    O produto desta corrente máxima pela tensão é o que determina a potência de fornecimento da rede elétrica ou do consumo do equipamento.
    Assim, se você for ligar um transformador num único amplificador, deve observar essa potência de consumo (que não é necessariamente a potência de saída do amplificador). Se o amplificador não indicar essa potência, basta multiplicar a voltagem de alimentação pela corrente de consumo máxima do amplificador, normalmente indicada no manual ou no próprio aparelho.
    Assim, se você for ligar um amplificador que consome uma corrente máxima de 5A (A=Ampéres) numa rede de 110V, basta multiplicar os dois números: 110×5=550W (W=Watts). Este resultado é a potência máxima de consumo só do amplificador.
    Se fôssemos alimentar somente ele com o transformador, a potência de fornecimento do transformador deveria ser no mínimo esses 550W, ou seja 0,55KW (KW=Kilowatt / 1KW=1.000W).
    Porém, para maior segurança, visando evitar o problema que você mencionou, normalmente superdimensionamos o transformador. Nesse exemplo, poderíamos usar um transformador de 1KW para bastante folga.

    É importante utilizar também bons transformadores. Um transformador de baixa qualidade poderá provocar efeitos colaterais em seu sistema.
    Em meu caso, para alimentar todo o sistema de áudio e vídeo, utilizo um transformador ByKnirsch, concebido especificamente para uso em áudio, com potência nominal de 3 (três) vezes o consumo de todos os equipamentos ligados ao mesmo tempo e na máxima potência de consumo.
    Pode parecer um exagero, mas visa garantir que você obtenha os benefícios de uma tensão adequada para seus equipamentos e evitar problemas colaterais como compressão, queda de tensão e outros.
    Normalmente estes problemas ocorrem pela baixa qualidade do transformador (mal dimensionamento, saturação do núcleo, fios e núcleo de baixa qualidade, excessivo aquecimento, baixa qualidade das tomadas e fiação empregadas, aterramento ruim, etc). Por isso recomenda-se a utilização de transformadores de boa qualidade, e recomendados para uso em áudio.
    Eu já cheguei a utilizar os conhecidos transformadores da Veterana, Trancham, etc., mas os resultados foram bastante ruins. Estes transformadores já apresentavam perdas significativas muito abaixo da potência indicada em suas especificações.

    Em minha rede elétrica, trabalhei com fiação rígida de cobre de alta pureza da Pirelli, superdimensionada, fusíveis industriais e chaves com contatos banhados de prata. Coloquei um aterramento junto aos equipamentos de áudio e vídeo, através de uma barra de cobre enterrada num furo feito no piso na sala.
    A rede é dedicada, desde o poste de entrada até os equipamentos, não sendo distribuída para nenhuma outra parte da casa.
    Na sala, a rede alimenta um transformador superdimensionado, que tem em sua saída um filtro de linha Powerline Audiófilo. Para o projetor, utilizo ainda um segundo filtro da PS Áudio, para isolar melhor o projetor do restante do sistema.
    Depois de tudo isso, ainda utilizo cabos de força de boa qualidade, para ligar cada um dos equipamentos aos filtros.
    Posso te afirmar, com toda a certeza, que o resultado é bastante diferente da instalação que eu tinha antes, sem esses cuidados. Muda tudo, graves, médios, agudos, detalhamento, temperatura dos equipamentos, etc. Vala muito a pena. É quase como fazer um upgrade de equipamento para outro de muito melhor nível.
    Você nunca terá o máximo desempenho de seu sistema sem um tratamento elétrico adequado.

    No artigo que trato da montagem de minha sala dedicada você encontrará mais detalhes sobre a instalação elétrica que utilizei.
    Outras informações úteis você poderá encontrar no site http://www.byknirsch.com.br , do competente engenheiro Jorge Knirsch, um especialista no assunto que trabalhou muitos anos em desenvolvimento de sistemas elétricos na Siemens, e que projetou e supervisionou todo a instalação elétrica de minha sala.

    Espero tê-lo ajudado com essas informações, que foram bem detalhadas para auxiliar outros leitores com um menor grau de conhecimento no assunto.

    Um abraço

    Eduardo

  4. Olá Eduardo,

    Tenho um Marantz BD7004 ( BD região 01 e DVD região 04 de fabrica ) e estou com alguns problemas, ele está congelando, ou melhor, dando pausas de 20 a 30 segundos e depois continua normalmente ou pula para o final do disco em alguns filmes em BD, e para completar, vém apresentando alguns barulhos que chegam a pertubar em volumes baixos, é como se o disco não ficasse totalmente preso, enquanto roda em altissima velocidade.
    Li em alguns foruns estrangeiros, que o congelamento se resolve com a atualização do Firmware, mas fico com muito medo de atualizar e perder a região 04 para o dvd.
    Sabes como conseguir ver a versão do Firmware do aparelho ???
    Já atualizastes o Firmware do seu ??? se sim, como faço de forma segura ???
    Será que o Firmware do DENON BDP-2010 serviria para o marantz BD7004, pois ambos são o mesmo aparelho ???

    Obrigado,

    Ruy

  5. Olá Ruy,
    Esta versão de firmware deve ser muito antiga, mas se isto acontece em todos os discos, então pode ser um problema mesmo.
    Não conheço bem este modelo, mas posso te indicar um amigo que talvez possa ajudá-lo.
    Entre em contato com o Pedrão: pedraovirtual@terra.com.br
    Abraço
    Eduardo

  6. Eduardo,

    Já falei com o Pedrão, infelizmente ele não consegue o Firmware, mas vou tentar com outras fontes.

    Obrigado e feliz ano novo.

    Ruy

  7. Ruy,
    Que pena!
    Não sei quem mais posso te indicar.
    Vou ver se consigo alguma coisa e te retorno.
    Obrigado e feliz ano novo para você também.

  8. Caro Eduardo

    Eu tenho um Blu Ray Marrantz BD 7004, adquiri a uns 4 meses atras…
    Ate entao estava indo tudo bem, ate que ele parou de ler alguns Blu Ray e ate DVDs que ele ja havia lido..
    Por exemplo:
    Comprei na Fnac a trilogia do Poderoso Chefao, todos os blu ray estavam rodando normal, um belo dia o blue ray II nao leu mais…..
    Voce sabe se existe alguma atualização que eu possa fazer no site da Marrantz para resolver este problema ?????
    Obrigado pela anteçao

  9. Rodrigo,

    Não acredito que o problema de seu player seja de atualização de firmware, já que ele vem deixando de ler discos que funcionavam perfeitamente. Me parece mais um defeito de leitura.
    Vou conversar com um amigo para ver se ele ainda conhece um técnico de confiança que possa ajudá-lo com a marca Marantz.

    Abraço

    Eduardo

  10. Boa noite Eduardo, tudo bem? Você ainda tem contato com o Pedrão Virtual. Recomenda comprar equipamentos com ele? Obrigado. Abraços

Faça um comentário