Controle remoto universal Automator URC-200


Testado junto com o a expansão EXPANDER MRF-100 (opcional)

Imagem

INTRODUÇÃO

Se você já está cansado de manipular aquela pilha de controles remotos que juntou a cada aquisição de um novo equipamento, um controle universal pode ser a solução.

A Universal é muito conhecida no exterior pelos vários modelos de controles remotos que fabrica e, apesar de pouco conhecida aqui, é uma opção bastante interessante, pela sua qualidade, versatilidade e pelo preço bastante acessível, mesmo considerando-se os custos de uma importação.

O modelo testado aqui é o Automator URC-200, um controle remoto inteligente, que além de já vir pré-programado com inúmeros códigos para uma infinidade de equipamentos e marcas, pode “aprender” outros códigos que não constam em sua programação, de uma forma bastante simples.
Para quem não conhece muito a tecnologia empregada nos controles remotos, vale a pena uma pequena explicação.
Os controles empregam sinais infravermelhos ou de rádio para controlar as funções dos equipamentos, sendo o primeiro o mais utilizado. O controle por infravermelho (Infrared) possui um componente emissor de luz que fica localizado no controle remoto, e que transmite códigos específicos para cada função do equipamento para um outro componente receptor que fica instalado no painel frontal do aparelho. Em alguns casos esses componentes são facilmente vistos, em outros encontram-se “disfarçados” atrás de uma pequena janela plástica e até junto do display do aparelho. A luz infravermelho não é visível como outras que estamos acostumados a enxergar.
Para cada função do aparelho existe uma combinação diferente de código emitido pelo controle, e esses códigos costumam variar conforme o fabricante, mas pode coincidir entre eles, o que é bastante raro.

APRESENTAÇÃO

O Automator é bem construído, robusto e bastante ergonômico. Além de bonito, é bastante agradável operá-lo.
As teclas são de fácil leitura, inclusive à noite, já que possuem iluminação acionada por uma tecla lateral, de fácil localização tátil.
Um display de cristal líquido de 1,9″ x 0,9″ é utilizado para visualização fácil da programação e para algumas funções, que são acessadas através de teclas laterais que assumem diversas funções conforme o menu do display.
O Automator utiliza 4 pilhas AAA e não perde a sua programação quando as pilhas descarregam.
Até 10 aparelhos podem ser controlados pelo URC-200, e cada nome de aparelho ou função pode ser renomeado com até 5 letras ou símbolos.
Cada equipamento pode ter até 40 funções programadas pelas teclas laterais combinadas com a função selecionada no display, além das 32 teclas de função do próprio controle e da tecla de seleção de canais favoritos, totalizando 720 funções.
O Automator também possui seleção de canais favoritos, para acesso rápido ao canal de TV aberta ou assinatura, todos renomeáveis. Assim, ao selecionar FOX, por exemplo, o número correspondente ao canal, programado pelo usuário, é selecionado no receptor.
O controle dispõe ainda de funções Macro. Essa função permite programar uma sequência de funções para acesso através de um único comando. O recurso Macro é útil, por exemplo, quando se quer, por exemplo, ligar o receiver, o DVD player, baixar a tela, ligar o projetor e apagar as luzes, tudo com um único comando. Até 472 macros podem ser programadas, cada uma com até 190 funções sequenciais.

FUNCIONAMENTO

A programação das funções é bastante simples, porém demorada quando se quer nomear cada uma das funções. Mas, ainda assim é bem mais simples do que outros controles similares.
Pode-se usar os códigos pré-programados, mas o modo “learning” (programação) é tão prático e versátil que preferi fazer toda a programação por ele. O controle “aprende” cada uma das funções. Basta escolher a função no URC-200, apontar o controle original do aparelho para ele e acionar a respectiva função, duas vezes para confirmação, e o código daquela função é programado.
Programei um total de 8 controles, sem qualquer dificuldade, e todas as funções funcionaram perfeitamente.
O sinal do Automator é bastante potente, e cheguei a comandar normalmente os equipamentos a uma distância de até 10 metros sem obstáculos.
A leitura das teclas e do display no escuro é bastante fácil, e há um temporizador ajustável para apagar automaticamente a iluminação. Aliás, o URC-200 é bastante versátil em ajustes, permitindo que tudo seja personalizado ao gosto do usuário.
O display possui letras de tamanho adequado, de boa visualização, e permanece ligado o tempo todo, mesmo fora de uso. Segundo o fabricante, isso não afeta a durabilidade das pilhas de forma significante. Durante os dois meses que utilizo o Automator, pude comprovar a durabilidade das pilhas, que medidas com um multímetro, apresentam ainda excelente carga. Isso é muito bom, considerando-se que outros controles similares descarregam as pilhas em até um mês, ou usam baterias recarregáveis. As baterias recarregáveis são bastante interessantes sob o aspecto econômico e ambiental, mas podem pegar o usuário de surpresa, quando o controle é esquecido numa gaveta por muito tempo fora de sua base de carregamento e acabam se descarregando. De qualquer forma, também é possível utilizar pilhas recarregáveis.

EXPANSÃO – EXPANDER MRF-100

O Expander MRF-100 foi adquirido opcionalmente junto com o Automator, e trata-se de um dispositivo bastante interessante.
Essa expansão é uma base que recebe os comandos do Automator e os retransmite também por IR (Infrared ou infravermelho) ou através de 6 cabinhos de extensão que possuem um emissor infravermelho em sua extremidade, e são fixados junto as “janelinhas” de recepção de controle remoto de cada equipamento, através de uma fita adesiva.
A utilidade disso é poder comandar os aparelhos com as portas da estante ou do rack fechadas, sem aquelas “luzinhas” acesas que podem incomodar numa sala escura. Outra vantagem é poder comandar os aparelhos de outra sala, para quem usa som ambiente a partir do equipamento instalado em outro cômodo, ou retransmite imagens para outros locais da casa a partir de, por exemplo, um receptor de TV por assinatura, como é o meu caso. Assim, é possível assistir a TV no quarto comandando o DVD player ou o receptor da SKY localizados na sala.
Isso é possível porque o Automator envia um sinal de radiofrequência ao Expander, e por isso as unidades não precisam estar próximas e direcionadas uma para a outra.
No meu caso, nem foi necessário utilizar os cabinhos de expansão, pois instalado numa das prateleiras da estante, todos os aparelhos são controlados pela reflexão dos sinais nas próprias portas da estante.
O Expander é alimentado por uma pequena fonte que é ligada à tomada, e possui um suporte para instalação em paredes ou portas de estante, caso assim deseje o usuário.

CONCLUSÃO

Tanto o Automator como o Expander funcionam muito bem, e facilitam bastante a vida do usuário que possui muitos controles remotos para comando de seus equipamentos.
Altamente recomendados.

ONDE ENCONTRAR

O Automator e o Expander não podem ser encontrados ainda no Brasil, mas podem ser comprados em lojas do exterior.

Avaliação: Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

AUTOMATOR URC-200

Capacidade de programação – 720 comandos
Frequência de operação – Infravermelho de 15KHz a 100KHz
Quantidade de Macros – 472 em até 190 passos cada
Frequência de RF – 418MHz
Alcance de infravermelho – Até 15 metros dependendo do local
Alcance de RF – Até 30 metros dependendo do local
Peso – 227g com as pilhas
Tamanho – 21,6 x 6,4 x 2,5 cm
Alimentação: 4 pilhas AAA alcalinas (incluídas)

EXPANDER MRF-100
Frequência de RF – 418 MHz
Alimentação – Adaptador de rede de 9V 300mA

FOTOS

ImagemImagem
Excelente acabamento e display de fácil leitura demonstram preocupação com a qualidade.

ImagemImagem
Ao contrário de outros controles similares, o Automator é de fácil utilização e operação. Detalhe da tecla para acendimento da iluminação do teclado e do display.

ImagemImagem
A iluminação do teclado e do display é bastante útil em salas escuras.

ImagemImagem
O Expander é bem pequeno, mas muito útil. Ele converte os sinais recebidos pela antena, por radiofrequência, para infravermelho, emitindo-os através de seu painel frontal ou cabinhos de extensão.

ImagemImagem
O Expander é fornecido com 6 cabinhos de extensão que são ligados em seu painel traseiro.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário